domingo, 5 de agosto de 2018

Redação - Tema 2018E15 - Doação de órgãos (Enem, Uniube, Fuvest, Vunesp, Unicamp e demais vestibulares.)



Proposta de redação 2018E15

Texto 01.
Resultado de imagem para doacao de orgaos charge

Texto 02.

Texto 03.
“No primeiro semestre deste ano 1.662 famílias autorizaram a doação de órgãos de parentes, 16% a mais que no mesmo período de 2016. Apesar do crescimento, o grande número de recusas de doação ainda é um problema. Ao todo, 43% dos brasileiros negam a doação de órgãos de seus familiares após a morte --mesmo índice do ano passado.
No período, a fila de espera por um transplante teve um leve aumento, aponta o Ministério da Saúde. O número de pessoas que aguardam por um órgão passou de 41.052 para 41.122. Os dados foram divulgados nessa quarta-feira (27) pelo ministro Ricardo de Barros. 
No primeiro semestre de 2017, foram realizados no país 12.086 cirurgias de transplante. A maior parte deles são transplantes de córnea (7.865), em segundo lugar aparece o transplante de rim (2.928). Foram feitas ainda 1.014 cirurgias de fígado e 172 transplantes de coração, um dos mais complexos. Os transplantes de pulmão (43) e pâncreas (9) foram os menos realizados, com números menores do que os do primeiro semestre de 2016.
Atualmente, segundo o Ministério da Saúde, 95% dos procedimentos são financiados pelo SUS.”

Situação 2018E15-A - Dissertação (USP, Unesp, Uniube, etc.)
A lei dos transplantes brasileira teve até o final do século XX um dispositivo de doação presumida, que era prevista no artigo 4° da versão original da Lei 9.434/1997, no qual se lia: “Salvo manifestação de vontade em contrário, nos termos desta Lei, presume-se autorizada a doação de tecidos, órgãos ou partes do corpo humano, para finalidade de transplantes ou terapêutica post mortem.” Em função da insegurança e da resistência de grande parte dos brasileiros, o artigo foi alterado em 2001 para: “A retirada de tecidos, órgãos e partes do corpo de pessoas falecidas para transplantes ou outra finalidade terapêutica dependerá da autorização do cônjuge ou parente, maior de idade, obedecida a linha sucessória, reta ou colateral, até o segundo grau inclusive, firmada em documento subscrito por duas testemunhas presentes à verificação da morte.”.  Sobre esse assunto, em uma dissertação, discuta sobre a validade no século XXI da reformulação do artigo para os moldes da versão de 1997.

Instruções para a dissertação:
1. Lembre-se de que a situação de produção de seu texto requer o uso da norma padrão da língua portuguesa.
2. A redação deverá ter entre 25 e 30 linhas.
3. Dê um título a sua redação.


Para ter acesso ao restante das propostas, clique no "link" abaixo à esquerda.



Situação 2018E15-B – Outros gêneros textuais – carta pessoal (Unicamp, UEL, UnB, etc.)
Escreva uma carta pessoal para alguém de sua família para manifestar seu desejo sobre ser ou não doador de órgãos. É importante que você argumente sobre e que explique porque essa pessoa poderia ser aquele ou aquela que presaria por sua vontade mesmo depois que você morresse.

Instruções gerais:
1. Se for o caso do gênero textual em questão, dê um título para sua redação. Esse título deverá deixar claro o aspecto da situação escolhida que você pretende abordar.
3. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva, no lugar da assinatura: José ou Josefa. Em hipótese alguma escreva seu nome, pseudônimo, apelido, etc. na folha de prova.
4. Não copie trechos dos textos motivadores ao fazer sua redação.
5. O mínimo será de 25 linhas e o máximo de 30.

Situação 2018E15-C - Carta argumentativa (UFU, Unicamp, UEL, etc.)
Escreva uma carta argumentativa para o Ministro da Saúde, na condição de especialista em transplante de órgãos, com sugestões para aumentar o número de transplantes no Brasil.

Situação 2018E15-D – Artigo de opinião (UFU, Unicamp, UEL, etc.)
Faça um artigo de opinião em que os tabus sobre a morte sejam discutidos no sentido de mostrar como eles ajudam ou atrapalham o aumento da doação de órgãos no Brasil.

Situação 2018E15-E – Editorial (UFU, Unicamp, UEL, etc.)
Faça um editorial sobre os principais empecilhos para o aumento da doação de órgãos no Brasil.

Instruções UFU:
1. Após a escolha de uma das situações, assinale sua opção no alto da folha de resposta e, ao redigir seu texto, obedeça às normas do gênero selecionado.
2. Se for o caso, dê um título para sua redação. Esse título deverá deixar claro o aspecto da situação escolhida que você pretende abordar.
3. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva, no lugar da assinatura: JOSÉ OU JOSEFA. Em hipótese alguma escreva seu nome, pseudônimo, apelido, etc. na folha de prova.
4. Utilize trechos dos textos motivadores (da situação que você selecionou) e parafraseie-os.
5. Não copie trechos dos textos motivadores, ao fazer sua redação.
6. Mínimo de 25 e máximo de 30 linhas.
7. ATENÇÃO: se você não seguir as instruções da orientação geral e as relativas ao tema que escolheu, sua redação será penalizada.

Situação 2018E15-F - Dissertação (Enem)
A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “ os desafios para o aumento do número de transplantes de órgãos no Brasil”, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

Instruções Enem:
1. O rascunho da redação deve ser feito no espaço apropriado.
2. O texto definitivo deve ser escrito à tinta, na folha própria, em até 30 linhas.
3. A redação com até 7 (sete) linhas escritas será considerada “insuficiente” e receberá nota zero.
4. A redação que fugir ao tema ou que não atender ao tipo dissertativo-argumentativo receberá nota zero.
5. A redação que apresentar proposta de intervenção que desrespeite os direitos humanos receberá nota zero.
6. A redação que apresentar cópia dos textos da Proposta de Redação ou do Caderno de Questões terá o número de linhas copiadas desconsiderado para efeito de correção.