sábado, 17 de março de 2018

Redação - Tema 2018N10 - Obesidade (UFU, Uniube, Enem, Fuvest, Vunesp, Unicamp e demais vestibulares.)


Tema de redação 2018N10

Texto 01.
“Estima-se que 4.500.000 brasileiros têm indicação formal para realizar cirurgia bariátrica, segundo a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso). Levando-se em conta o ritmo de aproximadamente 100.000 procedimentos realizados por ano, seriam necessários 45 anos – quase meio século – para atender a todos que se encontram hoje em estado de obesidade mórbida. Some-se, ainda, todos os aqueles que terão obesidade mórbida ao longo desse período (dados do Ministério da Saúde apontam um crescimento de 60% no número de obesos na última década) e o resultado é uma conta que não fecha. Mais do que isso, esses números são o retrato simbólico de como fracassamos - e seguimos fracassando enquanto sociedade - no enfrentamento desta epidemia.
A obesidade ainda é largamente associada a comportamentos individuais. Um mal que acomete aqueles que não têm disciplina alimentar e que fraquejam diante das “tentações”. Sem força de vontade para a prática regular de exercícios físicos, o indivíduo descuidado engorda a tal ponto de colocar sua vida em risco. É, portanto, responsável único pela situação em que se encontra. Essa visão sobre a obesidade - e as pessoas com obesidade - é falsa e precisa mudar.
A obesidade é muito mais do que uma questão de disciplina e força de vontade.
Atualmente, 57% da população brasileira adulta tem excesso de peso - 20% das pessoas desse grupo tem obesidade. Nos últimos 35 anos, o número de brasileiros com obesidade mais do que dobrou entre as mulheres e quase quintuplicou entre os homens. É bastante improvável que o problema destas milhões de pessoas, inclusive crianças, seja explicado pela falta de disciplina e preguiça.”

Texto 02.
“Segundo dados da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), quatro em cada cinco crianças obesas permanecerão obesas quando adultas. Os períodos mais críticos para o desenvolvimento da obesidade são: fase intrauterina, os primeiros dois anos de vida e a adolescência.
Os fatores de risco para desenvolvimento de obesidade na infância são: prematuridade, bebês pequenos para idade gestacional (PIG), bebês grandes para idade gestacional (GIG), filhos de mães diabéticas, pais obesos, interrupção precoce do aleitamento materno e introdução inadequada da alimentação complementar, com oferta de alimentos ricos em gorduras e açúcares e o uso de leite de vaca antes de um ano de idade.
Além dos determinantes biológicos, o Manual reforça que a forte influência do ambiente no desenvolvimento da obesidade infantil também deve ser considerada, e medidas que incidam no ambiente alimentar devem ser desenvolvidas e apoiadas. O estudo também destaca que os profissionais de saúde, em especial o pediatra, devem estar atentos aos fatores de risco e monitorar o crescimento e desenvolvimento destas crianças, orientando os pais quanto a alimentação saudável, controle do tempo de tela a que crianças e adolescentes estão submetidos e prática de atividade física.
‘A obesidade é atualmente a doença pediátrica mais comum. A prevenção é a única maneira de deter o avanço desta epidemia e todos os setores da sociedade - escolas, governo, sociedades científicas, indústrias alimentícias e mídia - devem se envolver com este propósito’, lembra a diretora Karla Coelho.”

Texto 03.
"É obrigatório que o façamos porque a alimentação que a população dos países ocidentais..., passou a fazer nos últimos cinquenta anos é o que está na origem da maior parte das doenças endócrinas, metabólicas, autoimunes, degenerativas e alérgicas. As novas epidemias devem-se sobretudo aos estilos de vida e à alimentação que fazemos desde o pós-guerra." (Cristina Sales, médica.)

Proposta de redação 2018N10-A - Dissertação (USP, Unesp, Uniube, etc.)
Faça uma dissertação sobre o fato de a obesidade ser um problema tão grave no mundo quanto a desnutrição. Quais as causas dessa situação?

Instruções para a dissertação:
1. Lembre-se de que a situação de produção de seu texto requer o uso da norma padrão da língua portuguesa.
2. A redação deverá ter entre 25 e 30 linhas.
3. Dê um título a sua redação.

Para ter acesso ao restante das propostas, clique no "link" abaixo à esquerda.




Proposta de redação 2018N10-B – Outros gêneros textuais – notícia (UFU, Unicamp, UEL, etc.)
Escreva uma notícia que seja uma paráfrase do texto um desta coletânea.

Instruções gerais:
1. Se for o caso do gênero textual em questão, dê um título para sua redação. Esse título deverá deixar claro o aspecto da situação escolhida que você pretende abordar.
3. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva, no lugar da assinatura: José ou Josefa. Em hipótese alguma escreva seu nome, pseudônimo, apelido, etc. na folha de prova.
4. Não copie trechos dos textos motivadores ao fazer sua redação.
5. Quanto ao número mínimo e máximo de linhas e outras especificidades, informe qual o vestibular que você irá prestar para que possamos adequar a correção às exigências do concurso escolhido.

Proposta de redação 2018N10-C - Carta argumentativa (UFU, Unicamp, UEL, etc.)
Escreva uma carta argumentativa para uma personalidade de sua escolha com argumentos para convencê-lo (a) a fim de que ele use suas redes sociais como forma de pressionar a classe política a pensar meios de combater o crescimento da fome no Brasil.

Proposta de redação 2018N10-D – Artigo de opinião (UFU, Unicamp, UEL, etc.)
Redija um artigo de opinião sobre como a fome ou a falta de comida pode ser usada como meio de controle social e manipulação política.

Proposta de redação 2018N10-E – Editorial (UFU, Unicamp, UEL, etc.)
Faça um editorial a respeito da existência ou inexistência de uma indústria da fome no Brasil.

Instruções UFU:
1. Após a escolha de uma das situações, assinale sua opção no alto da folha de resposta e, ao redigir seu texto, obedeça às normas do gênero selecionado.
2. Se for o caso, dê um título para sua redação. Esse título deverá deixar claro o aspecto da situação escolhida que você pretende abordar.
3. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva, no lugar da assinatura: JOSÉ OU JOSEFA. Em hipótese alguma escreva seu nome, pseudônimo, apelido, etc. na folha de prova.
4. Utilize trechos dos textos motivadores (da situação que você selecionou) e parafraseie-os.
5. Não copie trechos dos textos motivadores, ao fazer sua redação.
6. Mínimo de 25 e máximo de 30 linhas.
7. ATENÇÃO: se você não seguir as instruções da orientação geral e as relativas ao tema que escolheu, sua redação será penalizada.

Proposta de redação 2018N10-F - Dissertação (Enem)
A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema "como combater os crescentes índices de obesidade no Brasil?”, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

Instruções Enem:
1. O rascunho da redação deve ser feito no espaço apropriado.
2. O texto definitivo deve ser escrito à tinta, na folha própria, em até 30 linhas.
3. A redação com até 7 (sete) linhas escritas será considerada “insuficiente” e receberá nota zero.
4. A redação que fugir ao tema ou que não atender ao tipo dissertativo-argumentativo receberá nota zero.
5. A redação que apresentar proposta de intervenção que desrespeite os direitos humanos receberá nota zero.
6. A redação que apresentar cópia dos textos da Proposta de Redação ou do Caderno de Questões terá o número de linhas copiadas desconsiderado para efeito de correção.