domingo, 25 de setembro de 2016

Redação - Proposta 2016E-3 (18 de 20) - esporte e inclusão social

Leia com atenção os textos abaixo.

Texto 01.
“O esporte é uma importante arma social para melhor desenvolvimento da nação, visando aproximar os povos e fazer com que estes exercitem não somente o corpo, mas também a mente, para que possam obter resultados mais expressivos na sua vida, seja ela profissional, estudantil ou dedicada ao lazer.
Segundo a definição do dicionário Houaiss, “esporte é a atividade física regular, com fins de recreação e/ou manutenção do condicionamento corporal e da saúde”.
A prática regular do esporte, além de uma vida mais saudável, proporciona ao praticante, uma forte inclusão social, que inclui um ciclo de amizades e diversão.”
Fonte:

Texto 02.
“Em 2016, o “país do futebol” recebe seu segundo megaevento esportivo em dois anos, os Jogos Olímpicos. Interesse pela prática de esportes não é difícil encontrar no brasileiro e talvez por isso o esporte apareça em inúmeros programas de inclusão social, em um país que ocupa a 75ª posição do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), calculado pela Organização das Nações Unidas (ONU). De acordo com a Organização, a desigualdade social é um dos elementos que mais pesa na classificação brasileira. Sair do senso comum sobre os benefícios do esporte e avaliar a efetividade desses programas têm sido objeto de estudos de acadêmicos que alertam para a supervalorização do esporte como sendo uma atividade capaz de resolver todos os problemas.”

Texto 03.
“O caminho de sucesso de um atleta por vezes vai além da superação dos limites físicos. É o caso de Davi Albino, ex-guardador de carros de 29 anos que ganhou a medalha de bronze na luta greco-romana - categoria 98kg - dos Jogos Pan-Americanos de Toronto.
“Para mim a Bolsa-Atleta foi uma ferramenta fundamental. Quando passei a receber, não tinha nada. Foi quando parei de tomar conta de carro”, revelou Davi Albino, em entrevista ao Brasil 2016. “O bolsa atleta ajuda muito as pessoas a se manterem no esporte”, disse Albino, que hoje recebe o Bolsa Pódio do governo federal.
O atleta relatou que as dificuldades aumentaram quando a mãe perdeu a casa para o tráfico de drogas. Ele chegou a vigiar carros para ajudar no orçamento doméstico até encontrar uma nova oportunidade por meio da prática esportiva.
Albino contou que o esporte o ajudou a manter o foco e a disciplina, além de afastá-lo de hábitos como a bebida. “O esporte para mim é a maior inclusão social que tem, você não precisa gastar dinheiro para entrar. A luta é barata, você coloca um short e vai treinar, descalço mesmo, do jeito que estiver”, opinou o atleta. “O esporte só tem a acrescentar à vida das pessoas”.”

Situação 2016E-3A - Dissertação (Enem)
A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “esporte, inclusão e educação no Brasil contemporâneo”, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

Instruções Enem:
1. O rascunho da redação deve ser feito no espaço apropriado.
2. O texto definitivo deve ser escrito à tinta, na folha própria, em até 30 linhas.
3. A redação com até 7 (sete) linhas escritas será considerada “insuficiente” e receberá nota zero.
4. A redação que fugir ao tema ou que não atender ao tipo dissertativo-argumentativo receberá nota zero.
5. A redação que apresentar proposta de intervenção que desrespeite os direitos humanos receberá nota zero.
6. A redação que apresentar cópia dos textos da Proposta de Redação ou do Caderno de Questões terá o número de linhas copiadas desconsiderado para efeito de correção.

Situação 2016E-3B - Dissertação (USP, Unesp, Uniube, etc.)
Faça uma dissertação sobre a seguinte afirmação:

O Brasil antes de ser uma potência olímpica precisa ser o país da inclusão social pelo esporte.

Instruções:
1. Lembre-se de que a situação de produção de seu texto requer o uso da norma padrão da língua portuguesa.
2. A redação deverá ter entre 25 e 30 linhas.
3. Dê um título a sua redação.

Situação 2016E-3C – Outros gêneros textuais – artigo de opinião (Unicamp, UEL, etc.)
Faça um artigo de opinião sobre as relações entre o esporte e a promoção de saúde e de inclusão social.

Instruções gerais:
1. Se for o caso do gênero textual em questão, dê um título para sua redação. Esse título deverá deixar claro o aspecto da situação escolhida que você pretende abordar.
3. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva, no lugar da assinatura um nome fictício e comum. Em hipótese alguma escreva seu nome, pseudônimo, apelido, etc. na folha de prova.
4. Não copie trechos dos textos motivadores ao fazer sua redação.
5. Quanto ao número mínimo e máximo de linhas, de acordo com o vestibular pretendido, informe qual o vestibular que você irá prestar para que possamos adequar a correção às exigências do concurso escolhido.