domingo, 15 de maio de 2016

Redação - Proposta 2016-33 - Educação pública

Leia atentamente os textos abaixo.

Texto 01.
Fonte: http://naescola.eduqa.me/wp-content/uploads/2015/09/IMG-20150911-WA0007_Fotor.jpg

Texto 02.
“Educação: alunos em sala de aula de escola pública Rio Branco, no Acre Alunos da Escola Benedito de Moraes, em Maceió (AL) fazem simulado do Enem Alunos de escola do Amapá mexem em computador Educação: alunos de escola pública de Manaus, no Amazonas Escola estadual em Salvador, Bahia Crianças soltam pipa em frete ao mar em Fortaleza, Ceará Educação: alunos de escola pública de Brasília (DF) Na Escola Bartouvino Costa, em Linhares, os alunos realizam simulados para a Olimpíada de Robótica. Educação: alunos de escola estadual de Goiânia, Goiás Educação: aluno em escola municipal no Maranhão Educação: escola estadual de Mato Grosso Alunos do Ensino Médio assistem aula no Mato Grosso do Sul Alunos na Escola Estadual Professora Inês Geralda de Oliveira (MG) Belem - Pará (PA) Centro Cultural São Francisco, conjunto arquitetônico barroco no Centro Histórico de João Pessoa (PB) Educação: alunos e professor em escola municipal de Curitiba (PR) Escola em Pernambuco Aula do Instituto Dom Barreto, de Teresina, no Piauí em 2007 Educação: alunos em escola estadual do Rio de Janeiro Estudantes do Rio Grande do Norte utilizam computadores na escola Educação: escola estadual no Rio Grande do Sul Escola estadual de Rondônia Centro de Boa Vista, Roraima Alunas chegam em escola estadual de Santa Catarina Aluna mexe em armário em corredor de escola de São Paulo alunos da rede estadual de ensino do Sergipe fazem simulado do Enem Sala de aula no Tocantins Estudante faz prova próxima
São Paulo - Os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) divulgados nesta sexta-feira mostram que quanto mais próximo de sair da escola, pior o desempenho do aluno brasileiro.
Nos anos iniciais do ensino fundamental, o ensino piorou apenas no Pará, Amapá e Maranhão. Nos anos finais do ensino fundamental, a situação já é um pouco pior. Roraima, Pará, Amapá, Tocantins, Sergipe, Santa Catarina e Mato Grosso tiveram notas menores do que no último Ideb.
A situação é ainda pior no ensino médio: em 16 estados o ensinou piorou, em outros dois a nota ficou estável e em apenas nove melhorou.
O desempenho dos estados reflete na nota geral do ensino no país. O Ideb do ensino médio e dos anos finais do ensino fundamental não atingiu a meta prevista. Já o Ideb dos anos iniciais do ensino fundamental superou a meta em 0,3 ponto.
O Ideb é obtido pelas notas do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e pela taxa média de aprovação percentual.

Texto 03.
“A única coisa mais cara que a educação é a ignorância.” (Benjamin Franklin, editor, político e cientista americano.)

Texto 04.
Fonte: http://exame.abril.com.br/infograficos/includes/brasil/professor-no-brasil/img/infografico-professor-no-brasil.jpg

Texto 05.

Situação 2015-14A - Dissertação (Enem)
A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “os desafios da educação pública básica no Brasil”, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

Instruções Enem:
1. O rascunho da redação deve ser feito no espaço apropriado.
2. O texto definitivo deve ser escrito à tinta, na folha própria, em até 30 linhas.
3. A redação com até 7 (sete) linhas escritas será considerada “insuficiente” e receberá nota zero.
4. A redação que fugir ao tema ou que não atender ao tipo dissertativo-argumentativo receberá nota zero.
5. A redação que apresentar proposta de intervenção que desrespeite os direitos humanos receberá nota zero.
6. A redação que apresentar cópia dos textos da Proposta de Redação ou do Caderno de Questões terá o número de linhas copiadas desconsiderado para efeito de correção.

Situação 2016-33A - Dissertação (USP, Unesp, Uniube, etc.)
Faça uma dissertação sobre a charge abaixo:


Instruções:
1. Lembre-se de que a situação de produção de seu texto requer o uso da norma padrão da língua portuguesa.
2. A redação deverá ter entre 25 e 30 linhas.
3. Dê um título a sua redação.

Situação 2016-33B – Outros gêneros textuais - relato (UFU, Unicamp, UEL, etc.)
Faça um breve relato em que você narre - como um aluno - um dia letivo normal em uma escola pública brasileira.

Instruções gerais:
1. Se for o caso do gênero textual em questão, dê um título para sua redação. Esse título deverá deixar claro o aspecto da situação escolhida que você pretende abordar.
3. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva, no lugar da assinatura: José ou Josefa. Em hipótese alguma escreva seu nome, pseudônimo, apelido, etc. na folha de prova.
4. Utilize trechos dos textos motivadores (da situação que você selecionou) e parafraseie-os.
5. Não copie trechos dos textos motivadores ao fazer sua redação.
6. Quanto ao número mínimo e máximo de linhas e de acordo com o vestibular pretendido, informe qual o vestibular que você irá prestar para que possamos adequar a correção às exigências do concurso escolhido.

Situação 2016-33F - Dissertação (Enem)
A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “os problemas da educação pública brasileira”, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

Instruções Enem:
1. O rascunho da redação deve ser feito no espaço apropriado.
2. O texto definitivo deve ser escrito à tinta, na folha própria, em até 30 linhas.
3. A redação com até 7 (sete) linhas escritas será considerada “insuficiente” e receberá nota zero.
4. A redação que fugir ao tema ou que não atender ao tipo dissertativo-argumentativo receberá nota zero.
5. A redação que apresentar proposta de intervenção que desrespeite os direitos humanos receberá nota zero.
6. A redação que apresentar cópia dos textos da Proposta de Redação ou do Caderno de Questões terá o número de linhas copiadas desconsiderado para efeito de correção.