domingo, 6 de março de 2016

Redação - Proposta 2016-13 - importância da mulher para a sociedade

Leia atentamente os textos abaixo.

Texto 01.
“A natureza deu tanto poder à mulher que a lei, por prudência, deu-lhes pouco.” (Samuel Johnson)

Texto 02.
“O que é feminismo?
Feminismo é um movimento social e político que tem como objetivo conquistar o acesso a direitos iguais entre homens e mulheres e que existe desde o século XIX.

Feminismo não é o contrário de machismo?
Não. Enquanto o feminismo busca construir condições de igualdade entre os gêneros, o machismo é o comportamento que coloca o homem em posição de superioridade com relação à mulher.

E por que, em vez de feminismo ou machismo, não falamos de humanismo?
Porque humanismo é um sistema filosófico de pensamento, não um movimento social ou político. O humanismo se refere à valorização do pensamento e da produção humana, em oposição à ideia de um ser sobrenatural que comanda o mundo.

E por que está todo mundo falando de feminismo agora?
Por vários motivos. Primeiro, porque já há algum tempo, as redes sociais tornaram possível que grupos de mulheres se encontrassem e falassem sobre como se sentem no mundo em que vivemos, dividindo questões como os assédios nas ruas, relatando estupros, situações de desvalorização no mercado de trabalho, etc. Esse novo impulso que o feminismo teve com as redes sociais já mostrou sua força em vários momentos, em especial na última semana, quando as mulheres reagiram ao caso MasterChef Junior com a campanha #primeiroassedio.”

Texto 03.
“Ser uma mulher feliz significa muita coisa. Tem a ver com a liberdade de ser e agir como quiser, com a condição de tomar decisões sobre o próprio corpo. É sobre o direito de ganhar o mesmo salário que um colega homem numa função equivalente e saber que tem a garantia de não ser vítima de violência doméstica. Mas, hoje, nada disso é certeza em lugar algum do mundo, pelo menos de acordo com a pesquisa Diferenças Globais entre Gêneros, publicada no ano passado pelo Fórum Econômico Mundial. O estudo indica, por exemplo, que olhando só para o mercado de trabalho ainda levará 81 anos para haver uma equalização de salário, participação e liderança.
A questão é que não vai dar mais para esperar. E essa igualdade, em uma sociedade dominada pelo machismo, só virá com muita militância e choque, assim como ocorreu com toda mudança social importante. Nem sempre lembramos que a vida das mulheres já passou por grandes mudanças. Trabalhar, estudar, votar, praticar esportes, ter prazer... tudo era assunto proibido há pouco mais de meio século. As conquistas vieram graças aos movimentos feministas, que atravessaram gerações dando a cara à tapa - literalmente. E foi preciso que algumas pessoas fizessem barulho e gritassem mais alto para serem ouvidas. Talvez seja esse momento, o da defesa irrestrita da igualdade entre gêneros, o princípio daquela imagem preconceituosa que recai sobre a militância.”

Texto 04.
“É pelo trabalho que a mulher vem diminuindo a distância que a separava do homem, somente o trabalho poderá garantir-lhe uma independência concreta.” (Simone de Beauvoir)

Texto 05.
“A história da mulher é a história da pior tirania que o mundo conheceu: a tirania do mais fraco sobre o mais forte.” (Oscar Wilde)

Texto 06.
“A sabedoria das mulheres não é raciocinar, é sentir.” (Emmanuel Kant)

Texto 07.
“O homem entra mais rapidamente no quotidiano do que a mulher; em contrapartida, a mulher vive melhor no âmbito do não real. Por isso não precisa da rotina. A mulher aprofunda; o homem expande.” (José Saramago)

Situação 2016-13A - Dissertação (USP, Unesp, Uniube, etc.)
Faça uma dissertação sobre o aforismo abaixo:

“Se um homem bate na mesa e grita, está impondo controle. Se a mulher faz o mesmo, está perdendo o controle.” (Bárbara Soares, antropóloga carioca)

Instruções:
1. Lembre-se de que a situação de produção de seu texto requer o uso da norma padrão da língua portuguesa.
2. A redação deverá ter entre 25 e 30 linhas.
3. Dê um título a sua redação.

Situação 2016-13B – Outros gêneros textuais - Entrevista (UFU, Unicamp, UEL, etc.)
Faça uma entrevista em que as respostas para as perguntas que você criar sejam paráfrases dos aforismos e de partes dos textos da coletânea. Você deverá representar uma revista fictícia ou não para a qual é entrevistada uma mulher fictícia ou não.

Instruções gerais:
1. Se for o caso do gênero textual em questão, dê um título para sua redação. Esse título deverá deixar claro o aspecto da situação escolhida que você pretende abordar.
3. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva, no lugar da assinatura: José ou Josefa. Em hipótese alguma escreva seu nome, pseudônimo, apelido, etc. na folha de prova.
4. Utilize trechos dos textos motivadores (da situação que você selecionou) e parafraseie-os.
5. Não copie trechos dos textos motivadores ao fazer sua redação.
6. Quanto ao número mínimo e máximo de linhas e de acordo com o vestibular pretendido, informe qual o vestibular que você irá prestar para que possamos adequar a correção às exigências do concurso escolhido.

Situação 2016-13C - Carta argumentativa (UFU, Unicamp, UEL, etc.)
Escreva uma carta argumentativa a uma escola ou a um professor com a solicitação que se discuta de forma mais interessada o papel da mulher na evolução do pensamento humano, em especial, na disciplina de História, Filosofia ou Sociologia.

Situação 2016-13D – Artigo de opinião (UFU, Unicamp, UEL, etc.)
Faça um artigo de opinião em que você se posicione acerca do feminismo.

Situação 2016-13E – Editorial (UFU, Unicamp, UEL, etc.)
Faça um editorial em que se trace um panorama atual do papel social ocupado pelas mulheres na sociedade brasileira.

Instruções UFU:
1. Após a escolha de uma das situações, assinale sua opção no alto da folha de resposta e, ao redigir seu texto, obedeça às normas do gênero selecionado.
2. Se for o caso, dê um título para sua redação. Esse título deverá deixar claro o aspecto da situação escolhida que você pretende abordar.
3. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva, no lugar da assinatura: JOSÉ OU JOSEFA. Em hipótese alguma escreva seu nome, pseudônimo, apelido, etc. na folha de prova.
4. Utilize trechos dos textos motivadores (da situação que você selecionou) e parafraseie-os.
5. Não copie trechos dos textos motivadores, ao fazer sua redação.
6. Mínimo de 25 e máximo de 30 linhas.
7. ATENÇÃO: se você não seguir as instruções da orientação geral e as relativas ao tema que escolheu, sua redação será penalizada.

Situação 2016-13F - Dissertação (Enem)
A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “igualdade de gênero no Brasil contemporâneo”, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

Instruções Enem:
1. O rascunho da redação deve ser feito no espaço apropriado.
2. O texto definitivo deve ser escrito à tinta, na folha própria, em até 30 linhas.
3. A redação com até 7 (sete) linhas escritas será considerada “insuficiente” e receberá nota zero.
4. A redação que fugir ao tema ou que não atender ao tipo dissertativo-argumentativo receberá nota zero.
5. A redação que apresentar proposta de intervenção que desrespeite os direitos humanos receberá nota zero.
6. A redação que apresentar cópia dos textos da Proposta de Redação ou do Caderno de Questões terá o número de linhas copiadas desconsiderado para efeito de correção.

Situação 2016-13G – Relato (1º ano)
Faça um relato em que um narrador personagem feminino conte uma história vivida ou presenciada associada ao assédio moral ou ao preconceito de gênero que tenha ocorrido contra uma mulher.

Instruções para alunos de 1º ano:
1. Ao redigir seu texto, obedeça às normas do gênero selecionado.
2. Dê um título para sua redação. Esse título deverá deixar claro o aspecto da situação escolhida que você pretende abordar.
3. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva, no lugar da assinatura: João ou Maria.
4. Não copie ou parafraseie trechos dos textos motivadores.
5. Escreva com letra legível, à caneta; respeite as margens; rasure, se você precisar, de forma adequada; destaque as maiúsculas em relação às minúsculas por tamanho; etc.; 
6. Escreva no mínimo 25 e no máximo 30 linhas.
7. ATENÇÃO: se você não seguir as instruções da orientação geral e as relativas ao tema que escolheu, sua redação será penalizada.
8. Preencha integralmente o cabeçalho da folha de redação. Dê especial atenção para a colocação do código que informa a situação escolhida por você. Exemplo: 2016-7G.

Situação 2016-13H – Artigo de opinião (2º ano)
Faça um artigo de opinião sobre a existência ou não de desigualdade de gênero na sociedade. Caso ocorra, onde ela mais ocorre? De que forma?

Instruções para alunos de 2º ano:
1. Ao redigir seu texto, obedeça às normas do gênero selecionado.
2. Dê um título para sua redação. Esse título deverá deixar claro o aspecto da situação escolhida que você pretende abordar.
3. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva, no lugar da assinatura: João ou Maria.
4. Não copie ou parafraseie trechos dos textos motivadores.
5. Escreva com letra legível, à caneta; respeite as margens; rasure, se você precisar, de forma adequada; destaque as maiúsculas em relação às minúsculas por tamanho; etc.; 
6. Escreva no mínimo 25 e no máximo 30 linhas.
7. ATENÇÃO: se você não seguir as instruções da orientação geral e as relativas ao tema que escolheu, sua redação será penalizada.
8. Preencha integralmente o cabeçalho da folha de redação. Dê especial atenção para a colocação do código que informa a situação escolhida por você. Exemplo: 2016-7G.