quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Redação - Recuperação semestral/anual - Proposta 2015RecFinal4 - Adolescência

Leia atentamente os textos abaixo.

Texto 01.
"Está verificado que o dilatar da adolescência prolonga a vida."
[Will Durant (1885-1981), historiador e escritor americano.]

Texto 02.
"-Você sabe o que eu quero ser? - perguntei a ela. Sabe o que é que eu queria ser? Se pudesse fazer a merda da escolha?" Seja lá como for, fico imaginando uma porção de garotinhos brincando de alguma coisa num baita campo de centeio e tudo... E eu fico na beirada de um precipício maluco. Sabe o que eu tenho de fazer? Tenho que agarrar todo mundo que vai cair no abismo. Quer dizer, se um deles começar a correr sem olhar onde está indo, eu tenho que aparecer de algum canto e agarrar o garoto. Só isso que eu ia fazer o dia todo. Ia ser o apanhador no campo de centeio."  (J.D. Salinger em “O apanhador no campo de centeio”)

Texto 03.
"O que se aprende na juventude dura a vida inteira."
[Francisco Gómez de Quevedo y Villegas (1580-1645), escritor espanhol.]

Texto 04.
"A generosidade da juventude é um encanto, mas não vale um vintém. Por que não vale? Porque não lhe custa nada, não resultou do fato de ter vivido, tudo são, por assim dizer, as primeiras impressões da existência."
[Fiodor Dostoievski (1821-1881), escritor russo.]

Texto 05.
“A adolescência é uma fantasia e como tal necessita de uma hermenêutica. Muito se falou sobre a invenção da infância desde a pesquisa de Philippe Áries em ‘História Social da Criança e da Família’. Raramente se fala da invenção da adolescência. A novidade é a ideia de invenção que até os dias de hoje não foi suficientemente assimilada pela cultura cotidiana acostumada a pensar de modo conservador, ou seja, reafirmando o axioma impotente “a vida como ela é” pelo qual se depreende que a vida não seria produção pessoal e coletiva, mas algo pronto em que se tornar adulto significaria necessariamente sucumbir ontologicamente a um modo de ser. Também a adolescência inventada para se contrapor ao ideal “a vida como ela é” tornou-se a norma e assim perdeu seu poder revolucionário.
A adolescência foi neutralizada. O ideal que se fez como imagem contracultural foi reduzido à norma conservadora plena dos efeitos práticos que vão do consumismo à depressão epidêmica – também ela derivada da indústria cultural da doença – nestes tempos que, sem medo, posso chamar de sombrios. Assim a adolescência é uma narrativa e um mito destes tempos. Qual seria a base profunda da adolescência que, aflorada, nos faria ver além do mito?”

Texto 06.

Situação 2015RecFinal4-A - Dissertação
Faça uma dissertação sobre quais são os maiores desafios sociais, culturais e educacionais para o adolescente do século XXI.

Instruções:
1.    Lembre-se de que a situação de produção de seu texto requer o uso da norma padrão da língua portuguesa;
2.    Não copie ou parafraseie trechos dos textos motivadores;
3.    A redação deverá ter entre 25 e 30 linhas.
4.    Dê um título a sua redação.