domingo, 6 de setembro de 2015

Redação - Proposta 2015-55 - sexualização precoce de crianças

Leia atentamente os textos abaixo.

Texto 01.
“Projeto Criança e Consumo - O que é erotização precoce?
Ana Olmos - A erotização é precoce quando acontece antes da faixa etária correta da criança para determinado estímulo. Ela é precoce também se os conteúdos que aparecem para ela são precoces à sua faixa de idade. Vou dar um exemplo: se você conversa sobre sexo com uma criança de 12 anos, que já tem uma ideia sobre o assunto, está dentro daquilo que seria o esperado para essa faixa etária. Agora, se aquilo que é sugerido ou até mesmo estimulado está fora dessa faixa etária, podem surgir problemas. Esse tipo de atitude é ruim e deixa a criança perdida. São informações de difícil compreensão e que podem ter impactos negativos para ela.”

“Projeto Criança e Consumo - Na sua opinião, como o Brasil trata a infância? Existe, de fato, uma preocupação com as novas gerações?
Veet Vivarta - Eu acredito que o Brasil, hoje – o Estatuto da Criança e do Adolescente [ECA] é uma tradução concreta disso –, avançou muito em relação a de que forma responder de maneira concreta aos direitos da infância e da adolescência. É impossível fazer um balanço dessas duas últimas décadas sem reconhecer avanços importantes que foram colocados na legislação e que agora estão avançando também em termos de políticas públicas. Isso já pode ser festejado. Agora, se formos avaliar as áreas como um todo, é possível identificar questões que são relegadas a um segundo plano e que não avançam com a eficiência esperada. Podemos citar, por exemplo, um documento internacional, que é referência porque tem poder de lei no Brasil, que é a Convenção Sobre os Direitos da Criança. Quando observamos o artigo 17 dessa Convenção, que trata as questões de comunicação e de mídia, percebemos que estamos bastante atrasados nesse sentido. Sabemos que são inúmeros os estudos que nos permitem reconhecer o impacto e a importância dos meios de comunicação no processo de socialização desse público. Se, antigamente, tínhamos a família, a escola e a igreja como referências principais no processo de socialização da criança, hoje, a mídia não é só um quarto fator como, muitas vezes, é o principal.”

Texto 02.
“Brinquedo e Pikachu são dois dos pivôs de uma polêmica nem tão recente que chegou ao Ministério Público de São Paulo nesta quinta-feira. Um inquérito aberto pelo promotor Eduardo Dias de Souza Ferreira pede que se investigue possível "violação ao direito ao respeito e à dignidade de crianças/adolescentes" nas músicas e apresentações de MC Melody (alvo principal do inquérito), de oito anos, além de MC Princesa, MC Plebeia e dos quatro membros do quarteto diferenciado. Para a promotoria, haveria "impacto nocivo no desenvolvimento do público infantil e de adolescentes, tanto de quem se exibe quanto daqueles que o acessam".
Mais famoso entre os sete, MC Brinquedo é celebridade na internet. Sua frase "meça suas palavras, parça" virou meme. Em suas letras, sempre bem-humoradas, ele não se furta de falar sobre sexo: Roça Roça fala sobre um caipira que não faz sucesso com as mulheres ("a novinha não me quer só porque eu vim da roça, roça o peru nela que ela gosta"), Vice-Versa é quase ingênua ("no pique do vice-versa: pepeca no pau, pau na pepeca") e Boquinha de Aparelho é explícita ("tu vai lamber, tu vai dar beijo, tu vai mamar com essa boquinha de aparelho"). Curiosamente, o piá disse em entrevista recente ao CQC que era virgem, vejam só.”

Texto 03.

Situação 2015-55A - Dissertação (Enem)
A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “a erotização precoce de crianças no Brasil da atualidade”, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

Instruções Enem:
1. O rascunho da redação deve ser feito no espaço apropriado.
2. O texto definitivo deve ser escrito à tinta, na folha própria, em até 30 linhas.
3. A redação com até 7 (sete) linhas escritas será considerada “insuficiente” e receberá nota zero.
4. A redação que fugir ao tema ou que não atender ao tipo dissertativo-argumentativo receberá nota zero.
5. A redação que apresentar proposta de intervenção que desrespeite os direitos humanos receberá nota zero.
6. A redação que apresentar cópia dos textos da Proposta de Redação ou do Caderno de Questões terá o número de linhas copiadas desconsiderado para efeito de correção.

Situação 2015-55B - Dissertação (USP, Unesp, Uniube, etc.)
Faça uma dissertação sobre as consequências para adultos da erotização precoce deles quando crianças.

Situação 2015-55C – Outros gêneros textuais – manifesto (Outros vestibulares)
Faça um manifesto sobre o direito das crianças terem uma infância livre da erotização precoce e estimulada por meios de comunicação e brinquedos inadequados a essa faixa etária.

Instruções:
1. Lembre-se de que a situação de produção de seu texto requer o uso da norma padrão da língua portuguesa.
2. A redação deverá ter entre 25 e 30 linhas.
3. Caso for coerente com o gênero textual em questão, dê um título a sua redação.