quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Redação - Proposta especial 2014-E1 - tempo

Texto 01. 
“O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.” (Fernando Sabino)

Texto 02.
“Se quiser derrubar uma árvore na metade do tempo, passe o dobro do tempo amolando o machado.” (Provérbio chinês)

Texto 03.
“O tempo é teu capital; tens de o saber utilizar. Perder tempo é estragar a vida.” (Franz Kafka)

Texto 04.
O tempo acaba o ano, o mês e a hora,
a força, a arte, a manha, a fortaleza;
o tempo acaba a fama e a riqueza,
o tempo o mesmo tempo de si chora.

O tempo busca e acaba o onde mora
qualquer ingratidão, qualquer dureza;
mas não pode acabar minha tristeza,
enquanto não quiserdes vós, Senhora.

O tempo o claro dia torna escuro,
e o mais ledo prazer em choro triste;
o tempo a tempestade em grã bonança.

Mas de abrandar o tempo estou seguro
o peito de diamante, onde consiste
a pena e o prazer desta esperança. (Luis de Camões)

Texto 05.
“Os relógios mecânicos dos séculos XV e XVI eram  engenhos bastante complexos e traziam uma inovação em seu mecanismo: graças ao emprego do foliot e da roda de escape, eram sensivelmente mais precisos do que as máquinas antigas de movimento contínuo. Esse sistema interrompia regularmente a decida do peso do relógio, transformando as horas em medidas praticamente idênticas. Com isso, o tempo passou a ser percebido como algo isolado da vida, em sua forma pura. Foi a partir do relógio mecânico, precisamente através do uso desse instrumento de medida, que a idéia de exatidão tomou posse desse mundo, transformando-o no mundo da precisão.  O relógio é essencialmente o instrumento da modernidade.
Essa nova maneira de medir o tempo, por meio de um engenho, uma engrenagem, era muito diverso daquele escorrido pela areia ou pela água, ou medido pela sombra. O nascimento do tempo mecanizado coincide com o advento de uma nova mentalidade, que traz para o homem a medida de todas as coisas. Durante gerações o relógio da cidade,  normalmente uma enorme estrutura instalada em uma das torres principais, foi o único mecanismo complexo que as pessoas viam e ouviam todos os dias repetidamente; ele lhes ensinou que o tempo, invisível, inaudível e ininterrupto, podia ser composto de quantidades.” (“A reflexão sobre a passagem do tempo e suas representações no Renascimento”, Isabel Hargrave Gonçalves Da Silva)

Situação 2014/E1/A - dissertação (USP, Unesp, etc.)
Aparentemente, o tempo tem passado de maneira mais veloz segundo a percepção de muitas pessoas. Sobre essa constatação, faça uma dissertação sobre o seguinte tema:

O tempo dos séculos XX e XXI parece ter ganhado não só em velocidade, mas também passou a ser um veículo de dominação, de controle e de opressão. Discuta sobre como, por quem e com qual objetivo o tempo passou a ser usado com esses propósitos.

Instruções:
- Lembre-se de que a situação de produção de seu texto requer o uso da norma padrão da língua portuguesa.
- A redação deverá ter entre 25 e 30 linhas.
- Dê um título a sua redação.

Situação 2014/E1/B - Outros gêneros textuais - Relato (UnB, UEL, Unicamp, etc.)
Com apoio das informações presentes no texto, escreva um relato em que um dos aforismos dos textos motivadores seja o tema de sua narrativa. Lembre-se que esse aforismo deve ser usado em seu texto como pensamento ou fala de algum personagem.

Instruções:
- Lembre-se de que a situação de produção de seu texto requer o uso da norma padrão da língua portuguesa, salvo em falas, citações ou pensamentos dos personagens.
- Não se pode usar discurso direto em sua narrativa.
- A redação deverá ter entre 25 e 30 linhas.
- Dê um título a sua redação.

Situação 2014/E1/C – Outros gêneros textuais - Crítica (UnB, UEL, Unicamp, etc.)
Faça um texto argumentativo em que você qualifique pelos meios que julgar pertinentes um disco, uma música, um espetáculo teatral ou de dança, um quadrinho, um “game” ou um filme que tenha como tema o tempo.

Instruções:
- Seu texto deve ter título.
- Seu texto deve ter no mínimo 25 e no máximo 30 linhas.

Situação 2014/E1/D - Carta argumentativa (Uniube, Unicamp, UEL, etc.)
Escreva uma carta argumentativa destinada à escritora Isabel Hargrave Gonçalves Da Silva em que você discuta as considerações feitas por ela sobre o tempo no trecho usado nesta proposta de redação.

Instruções:
1. Após a escolha de uma das situações, assinale sua opção no alto da folha de resposta e, ao redigir seu texto, obedeça às normas do gênero selecionado.
2. Se for o caso, dê um título para sua redação. Esse título deverá deixar claro o aspecto da situação escolhida que você pretende abordar.

3. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva, no lugar da assinatura faça estritamente o que estiver informado na prova ou no caderno do candidato, no caso desta proposta passe um traço (Uniube) ou deixe sem assinatura.