terça-feira, 8 de abril de 2014

Redação - Proposta 2014-19 - beleza - dissertação-carta pessoal-crônica

Proposta de redação

Texto 01.
O cabelo de Gianecchini


Na semana passada, postei nas redes sociais a foto da capa da edição de setembro da revista GQ Brasil, em que Reynaldo Gianecchini posava ao volante de um possante. A manchete estampava duas frases do ator, que, como todos sabem, venceu um câncer de rara violência. “Tive de tomar uma decisão em relação ao câncer: escolhi ser macho”. “Sou dos excessos, capaz de ficar seis meses meditando, depois seis meses transando”. Duas “aspas”, como se diz no jargão jornalístico, fortes, impactantes e dignas de gerar burburinho. Mas, para minha surpresa, não foram as frases nem o carro nem o fato de Giane estar na capa de revista de estilo masculina mais famosa do mundo que motivaram os comentários em série dos internautas. Fora raras exceções, o povo reclamou… do cabelo encaracolado de Gianecchini.
Ele se consagrou galã com a allure de super-homem. Porte atlético, sorriso brilhante, olhos semicerrados e cabelos lisos cujas pontas balançavam ante a menor brisa. Depois da quimio e de todos os tratamentos de dor e efeitos colaterais inomináveis que pararam o Brasil e devido aos quais muita gente duvidou de que ele sobreviveria, Giane se viu um novo homem pós-careca. Como em muitos casos, sua compleição capilar mudou e surgiu um homem que é a cara da maioria dos brasileiros, dono de um cabelo “tonhonhóim”, entre o encrespado e o encaracolado. O ator, mais uma vez, foi abençoado por sua estrela: ao contrário dos astros da TV que se veem obrigados a enfrentar horas de cabeleireiro para chegar à imagem ideal de seus personagem, o divertido, mulherengo e popular motorista Nando da próxima novela das 7, Guerra dos Sexos, nasceu espontaneamente com esse novo Giane.
Mas o Brasil não está preparado para ver seu maior galã ser a cara de seu povo. “Nossa, esse cabelo está horrível”, comentou uma internauta. “Chapinha, não?”, sugeriu uma twitteira. “Está parecendo o Coalhada”, alfinetou um rapaz no Facebook, referindo-se ao famoso personagem de Chico Anysio. “Deus, o que houve com o cabelo dele?”, reagiu, estarrecido, outro seguidor do meu Instagram.
Não posso negar que, embora acostumado a ler a profusão de absurdos dos comentários da rede, fiquei incomodado com as opiniões a respeito da cabeleira de Gianecchini. Jamais esquecerei aquela emblemática capa da ÉPOCA para a qual ele posou, sem medo, a bordo de sua careca para ilustrar a emocionante entrevista à jornalista Ruth de Aquino. Ele contava o drama de seu tratamento, mas também celebrava sua vitória sobre o câncer. Foi lúcido, honesto e corajoso.
Nessa nova cabeleira, enxergo um homem lindo, um sobrevivente, uma fênix, um recém-nascido e um novo galã que vai ao encontro das premissas dos novos heróis da TV: tipos populares, de beleza atingível e possível, que poderiam estar no Divino mais próximo, como o Tufão de Avenida Brasil, pelo qual, mesmo gordinho, to-das as mulheres suspiram. Os caracóis de Gianecchini o libertarão para personagens mais livres, longe dos estereotipados bons moços de gel nos cabelos lisos. O galã, queridos, mudou. Ele pode ser negro — como Lázaro Ramos na nova novela das seis, Lado a Lado —, gordo, sem verniz de etiqueta, da classe C ou de cabelos crespos. Em resumo: ele pode ser brasileiro.
E faço minhas as palavras de outro internauta: “Me poupem”, pediu ele. “Vocês acham sinceramente que uma pessoa que enfrentou o que ele passou e venceu está preocupada com cabelo x ou y? Vão fazer voluntariado no hospital mais próximo!!!”


Texto 02.






Texto 03.




Texto 04.

Dove Retratos da Real Beleza (Versão Estendida)


Situação 2014/19/A - Dissertação (Enem)
A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Busca da beleza e saúde”, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

Instruções Enem:

1. O rascunho da redação deve ser feito no espaço apropriado.
2. O texto definitivo deve ser escrito à tinta, na folha própria, em até 30 linhas.
3. A redação com até 7 (sete) linhas escritas será considerada “insuficiente” e receberá nota zero.
4. A redação que fugir ao tema ou que não atender ao tipo dissertativo-argumentativo receberá nota zero.
5. A redação que apresentar proposta de intervenção que desrespeite os direitos humanos receberá nota zero.
6. A redação que apresentar cópia dos textos da Proposta de Redação ou do Caderno de Questões terá o número de linhas copiadas desconsiderado para efeito de correção.

Situação 2014/19/B - Dissertação (USP, Unesp, etc.)
Faça uma dissertação argumentativa sobre a seguinte afirmação:

A beleza saudável é a conjunção harmônica entre estética, saúde e cultura.

Instruções:
1. Lembre-se de que a situação de produção de seu texto requer o uso da norma padrão da língua portuguesa.
2. A redação deverá ter entre 25 e 30 linhas.
3. Dê um título a sua redação.

Situação 2014/19/C - Carta pessoal (UFU, Unicamp, UEL, etc.)
Faça uma carta para um amigo ou amiga que tenha feito operações plásticas, dietas ou quaisquer outras medidas radicais em favor da busca de um ideal distorcido de beleza. Mostre a ele (a) os riscos desse tipo de atitude e quais os responsáveis por essa cultura que leva tantas pessoas à doença ou mesmo à morte.

Instruções UFU:

1. Após a escolha de uma das situações, assinale sua opção no alto da folha de resposta e, ao redigir seu texto, obedeça às normas do gênero selecionado.
2. Se for o caso, dê um título para sua redação. Esse título deverá deixar claro o aspecto da situação escolhida que você pretende abordar.
3. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva, no lugar da assinatura: JOSÉ OU JOSEFA. Em hipótese alguma escreva seu nome, pseudônimo, apelido, etc. na folha de prova.
4. Utilize trechos dos textos motivadores (da situação que você selecionou) e parafraseie-os.
5. Não copie trechos dos textos motivadores, ao fazer sua redação.
6. ATENÇÃO: se você não seguir as instruções da orientação geral e as relativas ao tema que escolheu, sua redação será penalizada.
7. Mínimo de 25 e máximo de 30 linhas.

Situação 2014/19/D – Outros gêneros textuais – Crônica (Unicamp, UEL, etc.)
Faça uma crônica a respeito da busca obsessiva pela beleza na sociedade contemporânea.

Instruções:

1. Seu texto deve ter título.
2. Seu texto deve ter no mínimo 20 e no máximo 30 linhas.

Situação 2014/19/E - Carta argumentativa (UFU, Unicamp, UEL, etc.)
Faça uma carta argumentativa destinada ao Ministério da Saúde em que você reivindique políticas mais firmes e efetivas contra a obsessão pela beleza cada vez mais presente na sociedade brasileira.

Instruções UFU:

1. Após a escolha de uma das situações, assinale sua opção no alto da folha de resposta e, ao redigir seu texto, obedeça às normas do gênero selecionado.
2. Se for o caso, dê um título para sua redação. Esse título deverá deixar claro o aspecto da situação escolhida que você pretende abordar.
3. Se a estrutura do gênero selecionado exigir assinatura, escreva, no lugar da assinatura: JOSÉ OU JOSEFA. Em hipótese alguma escreva seu nome, pseudônimo, apelido, etc. na folha de prova.
4. Utilize trechos dos textos motivadores (da situação que você selecionou) e parafraseie-os.
5. Não copie trechos dos textos motivadores, ao fazer sua redação.
6. ATENÇÃO: se você não seguir as instruções da orientação geral e as relativas ao tema que escolheu, sua redação será penalizada.
7. Mínimo de 25 e máximo de 30 linhas.