domingo, 16 de junho de 2013

Atualidades - 2013 - EM e PV - Lista 19

Caras e caros,

Essa última semana será lembrada por muito tempo como uma das mais emblemáticas da história do Brasil, mesmo porque a cobertura oficial e a de rede sociais especialmente destoam de uma forma impactante. Entretanto, os fatos ocorridos são um convite para que tomemos posições diante desses eventos, mesmo porque a dimensão política de nossa existência está muito além de ser filiado a um partido felizmente. Quando convido a todos a opinar sobre, não é necessariamente com a expectativa que vocês pensem como eu, como o Arnaldo Jabor, como o Chico Buarque, como um outro anônimo como eu ou quem quer que seja, penso apenas que esse é um momento muito oportuno para avaliarmos algumas reivindicações que parecem tangenciar os protestos em várias cidades do Brasil que, oportunamente, também podem ser discussões relevantes para os temas de redação em vestibulares futuros:

- os limites da liberdade de imprensa no Brasil.
- os compromissos da grande mídia brasileira ao noticiar de forma grosseiramente enviesada as mais variadas notícias.
- quem são e como pensam os integrantes da nova classe média brasileira?
- quem são e como pensam os integrantes os envolvidos no protesto pelo país?
- as ações da Polícia Militar paulista e fluminense refletem as origens da instituição ou são uma contingência diante dos recentes protestos?
- o vandalismo atribuído aos manifestantes é capaz de retirar o mérito de manifestações?
- vivemos realmente em um estado democrático pleno?
- nossa classe política é majoritariamente dominada pelo interesse individual,  pelo despreparo e pela corrupção? 
- a PEC37 é uma medida positiva para o combate à corrupção no Brasil?
- o caso do deputado Marcos Feliciano na Comissão dos Direitos Humanos da Câmara.
- o descontrole nos gastos com as obras e nas finanças da Copa e das Olimpíadas.
- o silêncio partidário de Dilma diante de tantos descalabros.
- a volta da inflação perceptível no cotidiano.
- a instituição da Comissão da Verdade.
- o Estado cada vez mais acossado por fundamentalismo religioso.
- a qualidade dos serviços públicos brasileiros.
- a qualidade do aparato de mobilidade urbana em grandes cidades.
- a qualidade da educação e da saúde no Brasil.
- a tentativa de encampar o movimento e os protestos por partidos políticos.

Existem mais pontos, mas penso que o debate desta semana na aula de atualidades pode se nortear por essas questões.

Saudações,

Professor Estéfani Martins 
http://8tracks.com/opera10-estefani



Queridas alunas e queridos alunos,


Espero que todos estejam bem.
Na semana que passou fomos testemunhas do sentimento geral de insatisfação em relação a não só os aumentos das tarifas de transporte público em São Paulo e outras capitais nacionais, mas também a uma mistura de tudo que foi colocado pelo Professor Estéfani. É inegável que há um clima de despertar da nação e o meu único desejo é que não voltemos a pegar no sono. Um sono provocado por meios midiáticos grosseiros e tendenciosos ou pela nossa própria apatia e desinteresse. Que possamos lembrar que há pelo menos quatro semanas, notícias sobre a ocupação da praça Tahrir em Istambul foram veiculadas nas redes sociais. Pessoas comum colocaram seus smartphones para funcionar em prol de um bem comum e não só ficaram curtindo o visual da amiga que está saindo para a balada no Instagram. Globo, BBC, CNN, Folha, entre outras, só falaram do assunto semana passada. Por isso, opinem, divulguem e troquem ideias.
Que todos tenham uma excelente semana.
Cheers,
Humberto Costa




Brasil: o retorno.

Sobre igualdade e democracia.

Turquia e a liberdade de expressão.

Para entender o Brasil das ruas e dos Meios de Comunicação.