quarta-feira, 30 de maio de 2012

Proposta 2012-15 - Uberaba - todas as turmas (entrega - 14-06-2012)

FGV (adaptada)




Como atestam as manchetes e charges acima, a crise econômica iniciada em 2008 afetou o mundo inteiro e parece que ninguém vai escapar dela. Mas as crises econômicas costumam nos ensinar alguma coisa. Passamos a agir com mais comedimento e acabamos por adiar projetos que envolvam dinheiro, tais como fazer uma viagem, reformar a casa, trocar de carro. É nessas horas que alguém pode se fazer perguntas e concluir que alguns bens materiais não são tão necessários assim. Aquela bolsa de grife poderia muito bem ser substituída por outra, aquele relógio de marca foi uma ostentação inútil. Pode ser que alguém, refletindo um pouco mais, perceba que , para se viver bem, deve-se estancar essa insaciável busca de bens materiais e optar por um estilo de vida mais simples. Afinal, por vezes, são pequenas coisas que nos deixam felizes. Os filósofos bem que nos ensinam o que realmente na vida tem valor: aproveitar o presente, deixar a arrogância de lado e não perder de vista a brevidade da vida. Sêneca, por exemplo, filósofo romano, escreveu que não era na riqueza e nos prazeres mundanos que estava a felicidade. Enquanto as pessoas fossem escravas de seus desejos, não poderiam almejar a paz de espírito, nem a felicidade. Esta só seria alcançada por aqueles que possuíssem um caráter forte e fosse senhor de sua própria existência.

Reflita sobre as informações contidas nos textos e elabore uma dissertação sobre o tema:

A CRISE ECONÔMICA COMO OPORTUNIDADE PARA SE REPENSAREM OS VALORES.

Instruções:
• Na redação, deverão ser observadas as normas da língua padrão.
• Sua redação será anulada, se você fugir do tema proposto ou não respeitar a modalidade de texto solicitada (dissertação).