sábado, 12 de maio de 2012

Gêneros textuais: crítica


The White Stripes - "Get Behind Me Satan" (2005)

A dupla de Detroit White Stripes lança seu quinto álbum “Get Behind Me Satan” (2005), certamente mais lírico e refinado do que os anteriores, sem, contanto, esquecer o “Blues Punk” consagrado primeiro na cena de Rock indie estrangeira, para depois conquistar seu lugar também no “esquemão”, mérito para a banda por saber entreter com música de qualidade feita pela econômica, porém cada vez mais eficaz, Mag White (bateria), e pelo guitarrista e cantor inspiradíssimo, Jack White (guitarras e vocais).
          O som dramático - “Red Rain” - e cru - “Instinct blues” - ainda está presente, porém com uma meia dose de humor nesse novo disco como em “The nurse”, “My doorbell” e “As ugly as I seem”. O hit “Blue orchid” se tornou um clássico do grupo pelo poder e  beleza das suas guitarras. Agora, há espaço também para o romance (ou para a ausência dele!?) na linda balada “Forever for her(is over for me)”. Enfim, disco maravilhoso, por ser autêntico e comprometido com o passado glorioso do Rock’n’Roll e do Blues.

Bandas relacionadas: The Black Keys, Thee Butchers’ Orchestra, The Jon Spencer Blues Explosion, Cachorro Grande, Canned Heat, MC5, Daniel Norgen, Dan Auerbach, etc.

Estéfani Martins