quinta-feira, 19 de abril de 2012

Proposta 2012-9 - Uberaba - todas as turmas (entrega - 26-04-2012)

Clique abaixo para visualizar a postagem.






Texto 1. Vigitel – apresentação

As Doenças Crônicas Não Transmissíveis – DCNT - representam um dos principais desafios de saúde para o desenvolvimento global nas próximas décadas. Ameaçam a qualidade de vida de milhões de pessoas e apresentam grande impacto econômico para os países, em especial os de baixa e média renda. Diante deste cenário, a Organização Mundial de Saúde propôs aos países membros compromissos para a redução das taxas de morbimortalidade por DCNT.
Hoje, há evidências suficientes para se afirmar que é possível prevenir a maioria das DCNT, bem como alterar o seu curso, melhorando o prognóstico e a qualidade de vida dos indivíduos, por meio de ações para a prevenção dos principais fatores de risco para DCNT, com destaque para o tabagismo, a alimentação inadequada, o sedentarismo, a hipertensão arterial, a obesidade e o consumo abusivo de álcool.
Atento a esses desafios, o Ministério da Saúde vem executando ações que visam à promoção da saúde, prevenção e atenção às DCNT, buscando reduzir a prevalência dos principais fatores de risco e, consequentemente, da morbimortalidade associada a essas doenças.
Por meio da vigilância em saúde é possível monitorar e analisar o perfil das doenças e de seus fatores determinantes e condicionantes, bem como detectar mudanças nas suas tendências no tempo, no espaço geográfico e em grupos populacionais, contribuindo também para o planejamento de ações na área de saúde.
Neste contexto, a Secretaria de Vigilância em Saúde vem promovendo inúmeras ações com o objetivo de estruturar o Sistema de Vigilância das DCNT nas três esferas do Sistema Único de Saúde, em todas as unidades da Federação. Dentre essas ações, destaca-se neste site o sistema VIGITEL – Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico.
O VIGITEL tem como objetivo monitorar a freqüência e a distribuição de fatores de risco e proteção para DCNT em todas as capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal, por meio de entrevistas telefônicas realizadas em amostras probabilísticas da população adulta residente em domicílios servidos por linhas fixas de telefone em cada cidade.
O Sistema VIGITEL fornece estimativas de fatores de risco ou proteção para doenças crônicas (e correspondente intervalo de confiança de 95%) na população adulta (≥ 18 anos) de cada uma das capitais dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal e, também, para o conjunto da população adulta dessas 27 cidades. Os indicadores disponibilizados nestes relatórios são apresentados separadamente em formato de tabelas por sexo, faixa etária e anos de estudo. O exame dos questionários, do sistema VIGITEL, aplicados anualmente fornecerá subsídio para os indicadores apresentados.

http://portal.saude.gov.br/portal/saude/profissional/visualizar_texto.cfm?idtxt=30845








Fonte: http://www.slideshare.net/MinSaude/apresentao-i-vigitel-2011


Proposta de redação A - Dissertação (UFTM, USP, Unesp, etc.)
            Redija um texto em prosa, do tipo dissertativo-argumentativo, sobre os desafios para melhorar ainda mais a saúde dos brasileiros.

Instruções:
- Lembre-se de que a situação de produção de seu texto requer o uso da norma padrão da língua portuguesa.
- A redação deverá ter entre 25 e 30 linhas.
- Dê um título a sua redação.

Proposta de redação B - Notícia (UFU)
Com base nas informações acima, redija uma notícia sobre o estado da saúde da população brasileira.

Instruções:
- Lembre-se de que a situação de produção de seu texto requer o uso da norma padrão da língua portuguesa.
- A redação deverá ter entre 25 e 30 linhas.
- Dê um título esclarecedor e preciso para a sua notícia.
- No caso exclusivo do vestibular da UFU, a notícia deve ser assinada.