quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Formato de correção do Enem (INEP-Cespe)


A correção de redações no Enem – critérios da banca

As redações deverão ser corrigidas com base nas cinco competências, específicas para redação, expressas na Matriz do Enem e traduzidas para uma situação específica de produção de texto.
          Cada competência será avaliada à luz de quatro critérios correspondentes aos conceitos insuficiente, regular, bom e excelente, convertidos, respectivamente, em níveis 1, 2, 3 e 4. Esses níveis serão representados por pontos, respectivamente, 2,5; 5,0; 7,5 e 10,0.

Modelo de análise da redação do ENEM

COMPETÊNCIA
SITUAÇÃO DE PRODUÇÃO DE TEXTO
NÍVEIS
         


         I
Demonstrar domínio de norma culta da língua escrita.

                                 
1.Demonstra conhecimento precário da norma culta, com graves e frequentes desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita.

2.Demonstra conhecimento regular da norma culta, com desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita pouco aceitáveis nessa etapa de escolaridade.

3.Demonstra bom domínio da norma culta, com pontuais desvios gramaticais e de convenções de escrita.

4.Demonstra muito bom domínio da norma culta, com eventuais deslizes gramaticais e de convenções de escrita.
               

            II
Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
1.Desenvolve tangencialmente o tema e/ou apresenta embrionariamente o tipo de texto dissertativo-argumentativo; ou desenvolve tangencialmente o tema e domina razoavelmente ou bem o tipo de texto dissertativo-argumentativo; ou  desenvolve razoavelmente o tema e apresenta embrionária ou precariamente o tipo de texto dissertativo-argumentativo.

2.Desenvolve razoavelmente o tema, a partir de considerações próximas do senso comum, paráfrases dos textos-estímulo, e domina precária ou razoavelmente o tipo de texto dissertativo-argumentativo.

3.Desenvolve razoavelmente o tema, com indícios de autoria, ainda que apresente  argumentos previsíveis, e domina razoavelmente ou bem o tipo de texto dissertativo-argumentativo.

4.Desenvolve bem o tema, a partir de um repertório cultural produtivo e de considerações que fogem ao senso comum, e domina bem o tipo de texto dissertativo-argumentativo.
            

          
                III

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
 1.Apresenta informações, fatos e opiniões precariamente relacionadas ao tema.
      
     2.Apresenta informações, fatos e opiniões, ainda que pertinentes ao tema proposto, mas com pouca articulação e/ou com contradições, ou limita-se a reproduzir os argumentos constantes na proposta de redação.
      
 3.Seleciona informações fatos, opiniões e argumentos pertinentes ao tema proposto, organizando-os e relacionando-os de forma pouco consistente em defesa do ponto de vista destacado em seu projeto de texto.

  4.Seleciona, organiza e relaciona, de forma consistente informações, fatos, opiniões e argumentos pertinentes ao tema proposto em defesa do ponto de vista destacado em seu projeto de texto. 
             

   
            IV


Demonstrar conhecimentos dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
      1.Não articula as partes do texto.
      
    2.Articula precariamente as partes do texto, devido a problemas frequentes na utilização dos recursos coesivos.

         3.Articula razoavelmente as partes do texto, mas apresenta problemas na utilização dos recursos coesivos.

   4.Articula adequadamente as partes do texto, podendo apresentar eventuais problemas na utilização dos recursos coesivos.
            



              V



Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, demonstrando respeito aos direitos humanos.
   1.Elabora proposta tangencial ao tema em questão (respeitando os direitos humanos).

    2.Elabora proposta relacionada ao tema em questão, mas não articulada com a discussão desenvolvida em seu texto, ou apenas subentendida no desenvolvimento do texto(respeitando dos direitos humanos).

  3.Elabora proposta relacionada ao tema em questão, mas pouco articulada à discussão desenvolvida em seu texto (respeitando os direitos humanos).

  4.Elabora proposta relacionada ao tema em questão e bem articulada à discussão desenvolvida em seu texto ( respeitando os direitos humanos).