sexta-feira, 20 de maio de 2011

Dores e uma "oração"

Caras e caros,

Primeiramente, para informá-los sobre meu estado de saúde, estou bem, com dor, mas bem. Coisa da idade e da deterioração esperada e natural de quem já viveu "bastante". Agradeço os votos de melhora por e-mail, mesmo os repletos de ironia e sarcasmo...não, eu não fui vítima de uma queda doméstica, nem de uma conspiração da CIA, nem fui abduzido, etc. Agora, de verdade, agradeço a preocupação, mas na semana que vem passarei a ser um cara "saudável", academia e tudo mais...
Nas minhas viagens virtuais de acamado, vi esse clip muito bacana de uma banda curitibana, que, nesses tempos difíceis, é um sopro de alegria e otimismo. Aliás, para os saudosos e melancólicos que dizem que "hoje não se faz música boa", mais uma amostra do vigor da música de nosso tempo. Semana que vem voltam as aulas de Análise do Texto Artístico, não se esqueçam dos pen drives e das cabeças.



Abraços a todos,

Estéfani Martins