quarta-feira, 2 de março de 2011

Questão exemplo de Artes (aberta)


Em 1915, foi lançada a controversa película “O Nascimento de uma Nação” de autoria do cineasta norte-americano D.W. Griffith. O filme marcou uma revolução técnica na sétima arte. Entretanto, integrantes da Ku Klux Klan, grupo violento e racista do sul dos EUA, são retratados como heróis, enquanto os negros são representados como vilões. Para muitos, o filme e seu idealizador são responsáveis por uma série de linchamentos de negros ocorridos no sul norte-americano e ainda pelo recrudescimento das idéias da Klan. Outros filmes como “Platoon”, “Assassinos por natureza”, “Old boy”, “Cães de aluguel” e “Apocalipse Now" são acusados de fomentar ódio e mesmo violência em muitos países.
Por outro lado, manifestações artísticas foram usadas como forma de protesto e denúncia de várias situações que atentavam contra os direitos humanos ou mesmo a humanidade, são exemplos: a participação do soul e do funk norte-americanos (James Brown, Sly and Family Stone, Funkadelic, Marvin Gaye, etc.) em relação à luta pelos direitos civis dos negros nos EUA; a denúncia do bombardeio da cidade de Guernica na Espanha representado na obra “Guernica” de Picasso; as músicas e atitudes de John Lennon contrárias à Guerra no Vietnã que se opuseram a política belicista e paranóica de governos norte-americanos; etc.
            Sendo assim, quais são os limites da arte como forma de interferência na realidade e na sociedade? Pessoas podem realmente ser influenciadas pela arte a ponto de matar ou ir para a rua protestar contra um regime autocrático mesmo que sua vida esteja em risco?